Yoga ajuda a combater a ansiedade na quarentena

The estimated reading time for this post is 96 seconds

“Muita gente ainda atrela o yoga a uma atividade física ou mística, esotérica. Mas já estão mais do que comprovados os diversos benefícios que ele proporciona tanto pra saúde física quanto pra saúde mental”, começa a professora de yoga Sheila Hundzinski.

De fato: uma pesquisa rápida no Google nos apresenta a inúmeras publicações da comunidade científica sobre o tema. Entre elas, um artigo intitulado ‘Os benefícios do yoga nos transtornos de ansiedade‘, assinado por dois doutores em psicologia que se propõem a fazer uma revisão bibliográfica do assunto. Os pesquisadores Camila Ferreira Vorkapic e Bernard Rangé concluem: “Quase todos os estudos que examinaram os efeitos do yoga na ansiedade relataram que tal intervenção diminui consideravelmente os níveis de ansiedade e estresse”.

Boa notícia em tempos de quarentena, né?

Sheila explica como o yoga funciona: “Ele é voltado para as posturas corporais e para a consciência ampla da respiração. As posturas trabalham força, flexibilidade e órgãos internos, que acabam massageados. A respiração trabalha a capacidade pulmonar, a auto-observação, a troca de energia, de gases, em todas as células, corrente sanguínea e cérebro – você está se oxigenando”.

Além disso, segundo a professora, o yoga também trabalha no sistema hormonal e tem uma expressão direta no sistema imunológico.

Durante o isolamento, a prática é ouro. “Na quarentena, é importante cuidar do físico e do mental. O corpo é energia, ele precisa de movimento. E organizar a nossa mente, trabalhar a nossa musculatura emocional, também é essencial”, diz Sheila.

A professora defende que o corpo tem uma inteligência autorreguladora, e a nós cabe tirar o melhor disso a partir do autoconhecimento: “A ansiedade tem uma causa – o que causa? O momento pede que a gente pare e aprenda a se observar”.

LEIA TAMBÉM

skelt tips | dicas em vídeos

Deixe um comentário