6 dicas para prevenir o envelhecimento da pele do corpo

The estimated reading time for this post is 298 seconds

Você sabia que o envelhecimento da pele, e do organismo como um todo, começa por volta dos 25 anos de idade? O processo é totalmente natural e ocorre devido a uma sucessão de fenômenos e transformações em nossas células. Entretanto, fatores externos e hábitos de vida podem acelerar os sinais do tempo, tanto no rosto quanto no corpo. 

A boa notícia é que com alguns cuidados diários é possível evitar o envelhecimento precoce e manter a aparência jovial da pele por muito mais tempo. Quer saber o que não pode faltar na sua rotina? A Dra. Eloise Donnabella, médica dermatologista, compartilhou algumas dicas a pedido da Skelt.

O processo de envelhecimento da pele

As alterações que ocorrem nas células com o passar dos anos costumam ser mais evidentes na pele, o maior órgão do corpo. A dermatologista explica que o envelhecimento pode ser intrínseco (interno) e extrínseco (externo). 

“O intrínseco está relacionado à passagem dos anos, entendido como normal e cronológico. Ele acompanha a degeneração natural do organismo e está associado com a morte das células, que não são substituídas por novas como na juventude”, detalha Dra. Eloise. 

Já o envelhecimento extrínseco ocorre por fatores externos e tem uma grande relação com nossos hábitos diários como má alimentação, tabagismo e, principalmente, a exposição solar. Com o passar dos anos, os dois mecanismos se somam e provocam o envelhecimento da pele.

Então, por que envelhecemos de forma tão diferente, algumas pessoas mais rápido, outras mais devagar? A especialista afirma que a genética tem influência no processo, mas a maior contribuição se deve aos hábitos diários e rotinas de cuidados com a pele. “O envelhecimento intrínseco acontecerá de qualquer forma, e não pode ser evitado. Então, cabe a nós evitarmos as causas extrínsecas para equilibrar a balança”, indica a dermato.

Os principais sinais de envelhecimento da pele são as rugas, manchas, ressecamento e flacidez. “É uma pele mais fina e flácida. Na face, as manchas são mais evidentes, pois esta área está mais exposta ao sol (fotodano). No corpo, percebemos flacidez, perda de viço e desidratação”. 

Para avaliar a flacidez da sua pele, a Dra. Eloise sugere um teste simples: “pinçar uma pequena prega de pele entre os dedos indicador e polegar com uma leve pressão por alguns segundos. Se ao soltar os dedos a preguinha continuar ali, já temos algum grau de flacidez. Faça o teste na pálpebra inferior – é um dos primeiros locais da face a mostrar os sinais do envelhecimento com flacidez”.

dicas envelhecimento da pele
Eloise Donnabella, médica dermatologista, compartilha dicas para prevenir o envelhecimento cutâneo.

Prevenção do envelhecimento precoce da pele 

Os 3 fatores que mais aceleram o envelhecimento cutâneo são a exposição solar sem proteção, a má alimentação e o tabagismo. Eles contribuem para o mau funcionamento e morte das células. “As células da pele devem funcionar da melhor forma possível para mantê-la saudável, densa, firme, sem manchas e mais bonita”, ressalta a profissional. 

“A passagem do tempo é inevitável e desejada. Sua pele refletir cada um desses anos é uma escolha sua”. Confira 6 dicas da Dra. Eloise para evitar o envelhecimento precoce:

Use sempre protetor solar 

“A exposição solar excessiva ou sem proteção provoca diversos danos nas células e o resultado disso são as manchas, perda de colágeno e envelhecimento visível”. Compare aquela pele que sempre fica escondida dentro do biquíni com a do braço ou mão, áreas mais expostas ao sol. Bem diferente, né? Por isso, não tem jeito: além de evitar a exposição solar excessiva, é preciso usar filtro solar diariamente. 

Invista em uma rotina de cuidados com a pele

Cuidar da pele, do rosto e do corpo, é fundamental. “O importante é encontrar uma rotina de cuidados que se encaixe no seu dia a dia e te ajude na busca pela sua melhor versão”.

Uma boa higienização é peça-chave para manter a saúde da pele, eliminando todas as impurezas. De maneira geral, o uso de protetor solar, um bom hidratante, cremes com ácidos que estimulam a renovação celular e ativos clareadores são algumas das opções mais usadas para tratar ou prevenir o envelhecimento.

Escolha produtos de boa qualidade

A profissional alerta que ter uma rotina de skincare não é tudo. Utilizar cosméticos com eficácia e qualidade comprovada faz toda a diferença. Dê preferência aos produtos recomendados para o seu tipo de pele.

Mantenha uma alimentação saudável

Manter uma dieta balanceada é sempre o primeiro passo. “Nossa alimentação é a fonte de toda a matéria-prima do organismo. Ingerir alimentos ricos em antioxidantes e nutrientes, como frutas e legumes frescos, ajuda a conter os efeitos do envelhecimento”. Beber a quantidade ideal de água também é importante, assim como evitar o excesso de açúcar. 

Pare de fumar!

O tabagismo funciona como um acelerador de todo o processo do envelhecimento. Quase todos os aspectos são afetados e acelerados pela produção de radicais livres produzida pela nicotina dos cigarros.

Visite o seu dermatologista

A última dica, não menos importante, é manter uma rotina de visitas ao seu médico de confiança para que, juntos, vocês decidam como você vai envelhecer. 

Você sabia?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, as câmeras de bronzeamento artificial causam o envelhecimento precoce da pele, além do risco da formação de câncer. Esse procedimento por motivações estéticas é proibido no Brasil desde 2009. Clique aqui e entenda por que o autobronzeador é a melhor opção para quem ama a pele bronzeada!

LEIA TAMBÉM

skelt tips | dicas em vídeos

Deixe um comentário