foliculite nas pernas

Foliculite nas pernas: como diminuir a inflamação?

Bolinhas avermelhadas no corpo são bastante comuns. A foliculite nas pernas pode ser um verdadeiro incômodo por deixar a pele com um aspecto diferenciado. Tratar o problema adequadamente faz toda a diferença para acabar com essa questão!

Para que você entenda tudo sobre o assunto, o blog da Skelt preparou um conteúdo completo, cheio de informações. Além de entender o que é, você confere dicas para evitar as bolinhas nas pernas ou, pelo menos, amenizá-las.

O que é foliculite

Para entender o que é foliculite nas pernas, é preciso saber identificá-la. No local dos pelos, são formadas bolinhas avermelhadas, que podem ficar irritadas em certos períodos. 

Trata-se de uma inflamação crônica ou aguda concentrada na raiz dos pelos (folículos pilosos). Em geral, as áreas do corpo que mais estão propensas à foliculite são pernas, axilas, braços, nádegas, virilha e rosto (em quem faz a barba). 

A foliculite pode ser classificada como profunda ou superficial. Na primeira, a inflamação chega até a raiz. Na segunda, atinge somente o folículo piloso superficialmente.

Causas de foliculite

Em geral, uma das principais causas da foliculite nas pernas é uma infecção causada por uma bactéria na pele que se instala por meio de feridas. Outra possibilidade é algum pelo encravado na região. 

Depilação com lâmina tende a encravar os folículos com mais frequência, mas as outras formas, como a cera, por exemplo, também podem ajudar no problema. 

Outros fatores podem contribuir com a piora da situação, como uso frequente de roupa apertada, alterações hormonais e doenças preexistentes, como as dermatites, por exemplo. 

Sintomas

Os sintomas da foliculite nas pernas dependem de como ela é considerada: superficial ou profunda. No primeiro caso, surgirão as bolinhas avermelhadas, com sensibilidade e, talvez, coceira. Já no segundo, os sintomas podem ser mais sérios, acarretando uma área avermelhada maior e com pus. 

foliculite nas pernas

Como evitar a foliculite?

Não existe uma fórmula mágica sobre como evitar a foliculite nas pernas. O que pode ser feito é uma série de cuidados com a pele para prevenir a inflamação ou a infecção tanto por bactérias quanto por fungos. 

Para isso, você pode evitar a depilação com lâminas ou usar cremes apropriados para remover os pelos. Assim, o corte será mais preciso, sem feridas e sem irritações. 

Hidratar a pele todos os dias e esfoliar, pelo menos, uma vez por semana ajuda a mantê-la mais saudável. Não se esqueça que os fungos e as bactérias podem aparecer em ambientes molhados, então, antes da hidratação, seque muito bem o corpo. 

Por fim, como dissemos, uma das causas pode ser o abafamento da pele pelo uso de roupas apertadas. Então, procure usar peças mais soltas, que não fiquem tão justas às suas pernas para os folículos “respirarem”.

Como tratar a foliculite

Em cada área do corpo, pode ser exigido um tratamento diferente. Por isso, para saber como tratar foliculite nas pernas, o ideal é sempre consultar um dermatologista para ele avaliar o seu caso. 

O tratamento da foliculite nas pernas e nádegas, por exemplo, exige medidas diferenciadas. No segundo caso, o ideal é que a pele esteja sempre seca. Também é recomendado usar pomadas apropriadas para tratar a inflamação.

Para a inflamação nas pernas, realizar limpezas na pele, com hidratação profunda, pode ajudar bastante. Em alguns casos, também pode ser necessário o uso de antibióticos ou corticóides em textura de pomada para foliculite nas pernas, contendo os fungos ou as bactérias.

O profissional é fundamental no tratamento, principalmente para que tudo ocorra da maneira adequada e não cause manchas posteriores. Afinal, se você já não gostava das bolinhas vermelhas, as marcas também não são bem-vindas. 

Faz mal coçar a foliculite?

Jamais você deve coçar ou tentar estourar as bolinhas que estiverem com pus. Assim como as espinhas, elas são machucados e devem cicatrizar no tempo certo. Ao espremê-las, coçá-las ou estourá-las, você pode causar cicatrizes indesejadas e manchas permanentes. 

Em caso de irritação, tente molhar as pernas com água morna. Assim, a coceira pode ser amenizada com mais rapidez. 

Tratamentos caseiros podem ajudar? 

Como dissemos, o ideal é sempre procurar ajuda profissional. Afinal, você precisa identificar qual é o seu tipo inflamação, qual é o melhor creme para foliculite nas pernas, etc.

O que pode ser feito em casa são somente medidas paliativas para amenizar a irritação em casos mais graves, como a limpeza com sabão neutro e a lavagem com água morna. 

Aproveite as dicas da Skelt!

Gostou de saber tudo sobre foliculite nas pernas? Se você sofre com elas ou com as manchas causadas pela inflamação, fique tranquila. Nossos produtos vão ajudar você a elevar seu brilho! Confira nosso catálogo e aproveite os conteúdos do nosso blog para ficar por dentro de todas as novidades!

LEIA TAMBÉM

skelt tips | dicas em vídeos

Deixe um comentário